Pequeno histórico do município de Coração de Maria-Bahia
 

1º de junho - Aniversário de Coração de Maria

EXISTIA na fazenda pertencente a Bento Simões, nos meados do século XVIII, um povoado conhecido por “Lages” pelo fato de ai existir água potável em abundância.
EM 1848, João Manoel da Mata, Macrino Simões Ferreira e Antônio Fidelis de Cerqueira Daltro, construíram naquele local uma capela coberta de palha e consagrada ao Santíssimo Sagrado Coração de Maria, que foi anexada à freguesia do Santíssimo Sagrado Coração de Jesus do Pedrão, a partir daí, começou o progresso do povoado.
EM MEADOS de 1848, aqui chegou o jesuíta Frei Paulo de Carnicalle, que incentivou a construção da igreja Matriz em substituição à capela já existente, a qual foi elevada em 1853 a freguesia e a distrito de paz, com o nome de Santíssimo Sagrado Coração de Maria.
O ARRAIAL sede dessa freguesia foi elevado a vila em 10 de março de 1891, e a instalação do município ocorreu a 13 de abril do mesmo ano, recebendo a topônimo de Santíssimo Coração de Maria. O município era formado de um único distrito, com território da freguesia Santíssimo Sagrado Coração de Maria, desmembrado do território do município de Purificação dos Campinhos, atual Irará, e da Nossa Senhora de Oliveira dos Campinhos, desmembrada de nto Amaro da Purificação, hoje Santo Amaro.
MAIS TARDE, o governo estadual devolveu a Santo Amaro a freguesia de Nossa Senhora de Oliveira dos Campinhos e a Irará o distrito de São Simão, ficando o município apenas com um distrito, o da sede do município. Em 1914, uma lei estadual restituiu ao município de Coração de Maria o distrito de São Simão, hoje Itacava.
A VILA RECEBEU categoria de cidade em 30 de março de 1938, porém, em 31 de dezembro de 1943 o município foi extinto por um Decreto-Lei estadual, sendo o seu território anexado ao município de irará. O município foi restabelecido pelo Decreto-Lei estadual 12.978 de 1º de junho de 1944, com o nome de Coração de Maria e composto do distrito desse nome e de distrito de Itacava, antigo São Simão, situação que ainda permanece.
LOCALIZAÇÃO – Com uma área de 375 Km2, Coração de Maria encontra-se dividido em dois distritos, a saber: o distrito Sede, onde funciona o setor administrativo e o distrito de Itacava, este com sede na antiga vila de São Simão, fundada em 1649, e onde se encontra o arraial do Retiro e o povoado do Sítio. Itacava que é constituído basicamente de pequenas propriedades é formado ainda pelas localidades de: Mucambo, Mucambinho, Pedras, Pedra Nova, Pedra Velha, Pedra Verde, Canudos, Bujiu, Tapera, Mata da Ladeira, Mata Costa, Mata Tamanco, Matambina, Brilhante, Mangueira e Godório entre ouros. Já o distrito da Sede que compreende toda a área entre o rio Parnamirim até o riacho Ingazeira, é formado pelas localidades de: Flores, Santa Tereza, Santa Rosa, Chamorro, Cabeça do Nego, Cantagalo, Canabrava, Canoas, Terra Preta, Bom Viver, Nova-Vida, Riachão, Purrão, Sapé, Mucuri, Paciência, Camboatá, e Jenipapo entre outros.
LIMITES – Com Santanópolis, Irará, Pedrão, Teodoro Sampaio, Conceição do Jacuípe e Feira de Santana.
CLIMA: Tropical e ameno e as chuvas são mais extensas no período de abril a julho, está parcialmente incluído do Polígno da seca.
PRINCIPAL SERRA – Zabelê
RIO MAIS IMPORTANTE – Pojuca, que ao percorrer sua extensão territorial recebe como afluentes os rios: Salgado, Parnamirim, Seco e o riacho da ingazeira.
LAGOAS MAIS IMPORTANTES – a dos Porcos, a de Pedras e a lagoa do Mato.

Fonte: folhadeoliveira.blogspot.com
Voltar a página incial